(47) 3361-5853

Notícias

Investidores apresentam projeto de construção de Marina e Resort no costão da Praia Alegre

14 de Agosto de 2019
Empresários prometem investimento de R$ 200 milhões

Um grande empreendimento que pode ser implementado no município foi apresentado esta semana na Câmara de Vereadores de Penha. Na segunda-feira (12), André Lobo Douat, diretor da Refugio Del Rey SA, juntamente com outros investidores, usaram a Tribuna Cidadã para mostrar à comunidade penhense o projeto de construção da Marina Penha & Resort, localizado no costão da Praia Alegre, na foz do Rio Iriri, de frente com a Avenida Nereu Ramos.

De acordo com Douat, o investimento gira em torno de R$ 200 milhões e deve gerar dois mil postos de trabalho (entre empregos diretos e indiretos). Os trâmites do projeto tiveram início há mais de 10 anos. Em 16 de outubro de 2009, mais de 400 pessoas participaram de uma audiência pública realizada no Salão Paroquial da Igreja Matriz Nossa Senhora da Penha. “É um projeto muito grande que não deve ser deixado para trás. E agora é o momento. Tivemos vários problemas ao longo desse tempo, com o falecimento de alguns sócios [Entre eles, João Batista Sérgio Murad – o Beto Carrero] e também a crise dos últimos anos. Mas agora nós temos um grupo de investimento e os trâmites burocráticos mais complicados estão todos resolvidos”, ressalta André Douat.

Além da empresa Refúgio Del Rey, o grupo de investidores é formado pela Flama – Gestão em Negócios Imobiliários LTDA (representada pela diretora Rose Simm), a WS Empreendimentos (representada por Wesley Portela) e ainda três grandes construtoras: Frechal Construções e Incorporações, GBF Construtora e Incorporadora LTDA e Squadro Construtora e Engenharia LTDA.

Entrave

De acordo com os investidores, o principal entrave para a efetivação do empreendimento é o decreto municipal nº 3242, de 21 de dezembro de 2017, assinado pelo prefeito Aquiles da Costa (MDB), que declara de utilidade pública o terreno onde seria construído um Centro de Eventos, principalmente para a realização da Festa do Marisco. Por isso os empresários solicitam a revogação do mencionado decreto. “Viemos pedir que os vereadores nos ajudem a implantar este projeto. O que era mais difícil, neste momento de crise, é trazer investidores e nós conseguimos. Por favor nos ajudem a fazer com que esse projeto se torne realidade”, ressaltou a diretora da Flama – Gestão em Negócios Imobiliários LTDA.

Fotos

Vídeo